domingo, 11 de abril de 2010

"Já não sentia medo. Nenhum futuro se abria diante dos nossos olhos, apenas o presente, estendendo-se até ao infinito."
§
"Mas, sabes, eu acredito que a vida é uma coisa boa, acredito que é bela. Talvez, neste momento, tu não encares as coisas assim, mas é isso que eu sinto, de um modo muito real, a vida é bela."

Kyoichi Katayama in Sekai no chusshin de ai wo sakebu

Sem comentários: