segunda-feira, 29 de março de 2010

sexta-feira, 26 de março de 2010

hoje

tanto podia ser dito mas fiquei assim, com as palavras a morrerem-me na boca por saber que não irias entender.
Deve ser bom viver num mundo só teu...

quinta-feira, 25 de março de 2010

Chuva e Sol

e as bruxas a fazerem pão mole...



"Ao regressar do liceu levantei os olhos para o céu e vi umas nuvens brancas que brilhavam banhadas pelo sol de Inverno. Fiquei a contemplá-las durante muito tempo, parado no meio da rua e recordando as nuvens que tinha visto quando Aki e eu tínhamos ido à ilha durante as férias de Verão. (...) Quando levantei os olhos novamente para o céu, as sombras das nuvens tinham-se tornado mais profundas, devido à luz cambiante do sol. O tempo passava duma maneira tão veloz, tão trágica! A felicidade era como aquelas nuvens que mudavam de aspecto a cada instante, ora brilhando douradas, ora tingindo-se de cinzento, sem nunca ficarem no mesmo estado mais de um instante. As horas mais radiantes passam velozes, como um capricho ou uma piada."

Kyoichi Katayama in Sekai no chusshin de ai wo sakebu

terça-feira, 23 de março de 2010

Cansaço

Acumula-se no meu corpo, por baixo dos meus olhos.
Reflecte-se na minha cara e deixa-me desnorteada.
Ando em piloto automático.
E dormir enroscada em mim é o único sonho que me permito agora.

Para onde foram vocês horas vazias?

segunda-feira, 22 de março de 2010



"Mas Aki não estava presente nesta conversa e, por isso, eu também não estava. Tal como agora, que também não estou aqui. É como se, por puro acaso, tivesse ido parar a um lugar que não é passado nem presente, que não é vida nem morte. Não sei como vim para aqui, mas aqui estou eu. Eu, que não sei quem sou, num lugar que não sei onde fica."

Kyoichi Katayama in Sekai no chusshin de ai wo sakebu

domingo, 21 de março de 2010

sexta-feira, 19 de março de 2010

Alegria
I see a spark of life shining
Alegria
I hear a young minstrel sing
Alegria
Beautiful roaring scream
Of joy and sorrow,
So extreme
There is a love in me raging
Alegria
A joyous, magical feeling


terça-feira, 16 de março de 2010

Esses pequenos prazeres da vida


Chá quente de hortelã fresca, na noite acabadinha de cair, antes duma peça de teatro em boa companhia...

sábado, 13 de março de 2010

Chocolate Quente!

Um grupo de jovens licenciados, todos bem sucedidos nas carreiras, decidiu fazer uma visita a um velho professor, agora reformado.
Durante a visita, a conversa dos jovens alongou-se em lamentos sobre o imenso stress que tinha tomado conta das suas vidas e do seu trabalho. O professor não fez qualquer comentário sobre isso e perguntou se gostariam de tomar uma chávena de chocolate quente. Todos se mostraram interessados e o professor dirigiu-se à cozinha, de onde regressou vários minutos depois com uma grande chaleira e uma grande quantidade de chávenas, todas diferentes - de fina porcelana e de rústico barro, de simples vidro e de cristal, umas com aspecto vulgar e outras caríssimas. Apenas disse aos jovens para se servirem à vontade.
Quando já todos tinham uma chávena de chocolate quente na mão, disse-lhes:
- Reparem como todos procuraram escolher as chávenas mais bonitas e dispendiosas, deixando ficar as mais vulgares e baratas... Embora seja normal que cada um pretenda para si o melhor, é isso a origem dos vossos problemas e stress. A chávena por onde estais a beber não acrescenta nada à qualidade do chocolate quente. Na maioria dos casos é apenas uma chávena mais requintada e algumas nem deixam ver o que estais a beber. O que vós realmente queríeis era o chocolate quente, não a chávena; mas fostes conscientemente para as chávenas melhores...
Enquanto todos confirmavam, mais ou menos embaraçados, a observação do professor, este continuou:
- Considerai agora o seguinte: a vida é o chocolate quente; o dinheiro e a posição social são as chávenas. Estas são apenas meios de conter e servir a vida. A chávena que cada um possui não define nem altera a qualidade da vossa vida. Por vezes, ao concentrarmo-nos apenas na chávena acabamos por nem apreciar o chocolate quente que Deus nos ofereceu. As pessoas mais felizes nem sempre têm o melhor de tudo, apenas sabem aproveitar ao máximo tudo o que têm. Vivei com simplicidade. Amai generosamente. Ajudai-vos uns aos outros com empenho. Falai com gentileza...... e apreciai o vosso chocolate quente.

Deve ser por isso que sou feliz... porque adoro a minha chávena!!

sexta-feira, 12 de março de 2010

Childe Harold quotation...

There is pleasure in the pathless woods,
There is a rapture on the lonely shore,
There is society, where none intrudes,
By the deep sea, and music in its roar:
I love not man the less, but Nature more,
From these our interviews, in which I steal
From all I may be, or have been before,
To mingle with the Universe, and feel
What I can ne'er express, yet cannot all conceal.


Lord Byron

quinta-feira, 11 de março de 2010

"Quem me dera que o sonho fosse realidade e que a realidade fosse um sonho! Mas é impossível. Por isso, quando acordo, estou sempre a chorar. Não é por estar triste, é porque quando regresso à realidade, saído de um sonho feliz, deparo com uma fenda que não consigo transpor sem verter lágrimas. E, por mais vezes que me aconteça, reajo sempre assim."

Kyoichi Katayama in Sekai no chusshin de ai wo sakebu

quarta-feira, 10 de março de 2010

Na Mesa de Cabeceira #6

Um grito de amor desde o centro do mundo' de Kyoichi Katayama.


Sakutarô e Aki conhecem-se na escola de uma pequena cidade japonesa. Ele é um adolescente engenhoso e sarcástico. Ela é inteligente, bonita e popular. Tornam-se amigos inseparáveis até que, um dia, Sakutarô começa a ver Aki com outros olhos. A amizade cúmplice transforma-se numa paixão arrebatadora. Juntos vivem uma história capaz de transtornar os sentidos e apagar as fronteiras entre a vida e a morte.

Cinemateca I

Into the Wild.


sábado, 6 de março de 2010

O mundo após se conseguir ver e não só olhar

"Julgava-me sofisticado e cosmopolita. Como a maioria dos americanos achava que o resto do mundo pensava como eu. Não podia estar mais errado."
by Richard Zimler

sexta-feira, 5 de março de 2010

quinta-feira, 4 de março de 2010

Hoje senti profundo nojo duma pessoa, por ser tão mesquinha, tão pobre de espírito, tão falsa, tão cínica.

E o pior... é que vê-la-ei quase todos os dias...

terça-feira, 2 de março de 2010