sábado, 18 de abril de 2009

As manhãs e a vida selvagem

Uma das primeiras conclusões a que cheguei nos primeiros dias no meu novo poiso é que, sem dúvida, sou bicho da cidade.
A caminho do Pólo Universitário, a percorrer um caminho sem trânsito nem semáforos, deparo-me com uma cena da BBC Vida Selvagem que nunca me ocorreu presenciar. A atravessar a estrada estava um veado. E do outro lado da estrada, por entre árvores e rochas cobertas de musgos estavam outros, expectantes.
O nevoeiro da manhã, as nuvens que prometiam chuva, a calmaria que as planícies alentejanas oferecem, criaram um momento de pura beleza, que me deixou em extâse e maravilhada ao ponto de me esquecer do momento kodak, de ficar de boca aberta e ter ganho o dia...

Se os próximos tempos forem assim, recheados de belas surpresas, que venha mais nevoeiro.

Sem comentários: