domingo, 6 de julho de 2008

Gases com efeito de estufa alteram composição química dos mares

Segundo um estudo publicado na revista Science, as emissões de gases com efeito de estufa estão a alterar a composição química dos mares, para além de contribuírem para o aquecimento global. A equipa de cientistas norte-americanos revela ainda que as consequências ecológicas e económicas são para já difíceis de prever, mas avistam-se desastrosas.

Os investigadores do Departamento de Ecologia Global da Carnegie Institution e da Universidade do Hawai consideram provável que essas consequências tornem necessário aprofundar as medidas já tomadas para reduzir as emissões de gases com efeito de estufa, como o dióxido de carbono (CO2). Ken Caldeira, da Carnegie Institution, e Richard Zeebe, da Universidade do Hawai, chegaram à conclusão de que os oceanos já absorveram cerca de 40 por cento do dióxido de carbono que o Homem gerou nos últimos dois séculos. Apesar dessa absorção de CO2 ter desacelerado o aquecimento global, este alterou a acidificação das águas marinhas, um efeito que poderá aumentar durante este século.

Os organismos marinhos, como os corais e o plâncton, serão os mais danificados pela acidificação, ao travar o processo de calcificação dos seus exoesqueletos, referem os cientistas.

Segundo Ken Caldeira “ a acidificação oceânica danificará os corais e outros organismos, mas não há dados experimentais sobre como será afectada a maioria das espécies, mas serão seguramente afectados moluscos como as ostras e os mexilhões, o que terá um grande impacto na indústria”, afirmou Ken Caldeira.
Fonte: APEA


Nos tempos em que estudava as alterações climáticas e a crescente concentração do dióxido de carbono na atmosfera aprendi que os maiores sumidores deste gás eram os oceanos e não as florestas (que são cada vez menores em área). E na minha inocência biológica acreditei que o CO2 era utilizado por tudo quanto fotosintetisasse... parece que afinal a natureza não é assim tão simples e que a inocência tem mesmo que chegar ao fim...
(amanhã vou plantar outra árvore!)

Sem comentários: